Caso nº1 • MS – Povos Indígenas Guarani e Kaiowá e Kinikinau X Estado do MS, fazendeiros e grileiros do agronegócio exportador

Indígenas Guarani e Kaiowá e Kinikinau em Terras Indígenas e retomadas em diversos municípios do Mato Grosso do Sul lutam para seguir existindo enquanto povos indígenas, enquanto enfrentam situações de desterritorialização, confinamento extremo, assassinatos, torturas, espancamentos, ataques com armas de fogo, agrotóxicos e insegurança alimentar extrema  constituindo um processo de genocídio/etnocídio em curso, no marco de décadas de intensos conflitos com fazendeiros e grileiros do agronegócio exportador, com apoio do estado e de poderosos políticos.

Imagem: Bruno Santiago e Thomas Bauer

OUTROS CASOS